• Há três coisas no mundo que não merecem misericórdia, a hipocrisia, a fraude, e a tirania.

  • Sann Rodrigues, SEC, Telexfree, Ifreex e muito, muito dinheiro.

    Isto remonta ao um passado com um historial difícil de explicar,  passa pelo "Universo FoneClube" que originou em 2006 uma acusação do SEC (U.S. Securities and Exhange Commission) (US $3,2 Milhões dos quais US $1,8 Milhões foram retidos para estorno de um grupo de lesados), depois veio a TelexFree e acabou na IFREEX. Neste momento, como anunciado em Janeiro de 2016 o SEC voltou a prender o Sann Rodrigues, depois de o ter libertado e devolvesse todos os ativos. Sann Rodrigues para piorar a sua situação não cumpriu a ordem. Resulta que o tema ficou ainda mais critico para o truta aí. O SEC apresentou a sua oposição a um movimento de 15 de fevereiro de Sanderley Rodrigues de Vasconcelos para "libertação da prisão preventiva e aprovar um plano de pagamento" ou para agendar uma audiência probatória. Esta oposição começa assim: Rodrigues agora tenta obter libertação da prisão preventiva por desacato civil, argumentando que: 

    1) ele deve ser liberado, porque ele tem demonstrado de forma adequada a sua incapacidade de pagar de volta os fundos dissipadas como exigido por este Tribunal de Justiça 21 de dezembro de 2015 a fim e em vez disso deve ser autorizado a implementar um plano de pagamento

    Rodrigues quando voltou a São Paulo Brasil depois de ter
    violando a ordem da Polícia Federal do Espírito Santo
    de não sair do Brasil.
    2) deve ser permitida a utilização de outros fundos(OI? Outros..) congelados para substituir os fundos que já se dissipou. Em vez disso, no mínimo, o Tribunal de Justiça deve exigir uma audiência probatória em que se demonstre sua incapacidade de obter fundos, onde ele iria estar sujeitos a interrogatório. Se este Tribunal não ordenar a sua libertação, a Comissão pede respeitosamente que qualquer plano de pagamento ordenado como condição para a libertação exigir-lhe a pagar mais do que 20% do dinheiro ganho a partir de qualquer curso de desenvolvimento de negócios, livro ou outro empreendimento. (LOL)

    O SEC passa a afirmar que Rodrigues não provou que ele tem uma incapacidade de cumprir a ordem do Tribunal, ou para usá-lo como uma defesa afirmativa. Em vez disso, dizem eles, Rodrigues só forneceu uma declaração superficial dizendo a contabilização ele forneceu foi adequada, e acredita o relatório da própria SEC nas evidências de que a contabilidade demonstra adequadamente sua incapacidade de pagar. Mas, as informações no processo/investigação, reveja as participações nacionais de Rodrigues, mas não havia informação sobre as suas participações internacionais que estão fora da ordem de congelamento de bens.  Rodrigues tenta manobras para não enfrentar um Júri, alegando que está incapacitado e pagar por estar preso. 

    Há uma declaração apresentada por Mark Albers, um contabilista forense no escritório de Boston da SEC, que afirma o seguinte: "eu fui solicitado para rever alguns documentos, inclusive extratos bancários, documentos de transação bancária e transferência bancária registros de transferência relativos a contas pessoais e empresariais sob o controle de Rodrigues, assim como contas bancárias pertencentes aos réus Telexfree, Inc. e Telexfree, LLC (coletivamente "Telexfree"). Os registros bancários refletem que, de outubro de 2012 até Abril de 2014, contas empresariais ou pessoais sob o controle de Rodrigues provavelmente receberam mais de US $ 1,5 Milhão a partir Telexfree ou seus investidores.
     E o tema fica ainda mais conclusivo quando: "Com base em nossas comunicações com o Sr. Rodrigues, é nosso entendimento que ele não tinha outra fonte de renda durante esse período de tempo diferente de actividade relacionados com Telexfree. Houve um adicional de US $ 3,92 Milhões em depósitos em numerário em contas pessoais e empresariais do Sr. Rodrigues ao longo deste período de tempo. Supondo que todos esses depósitos estavam relacionados com Telexfree, o montante total das receitas do Sr. Rodrigues na Telexfree poderia ser tão elevado quanto US $ 5,44 Milhões."

    Repara, esta analise não está incluída a Ifreex, só apurar e somar. Quiçá mais uns milhões[zinhos].

    E aí está. O Rodrigues, será que ele se safa ou é desta que ele perde tudo? Será desta que param a suas atividades?

    0 comentários:

    Enviar um comentário

    Hashtags

    #JeSuisCharlie (2) #notinmyname (1) #OpCharlieHebdo (1) activist (4) alert (6) alerta (9) alerta fraude (19) Anonymous (1) antonio loios (4) arte (1) ativistas (3) banco (2) banqueamento de capitais (2) banyak (1) BBOM (1) Belgique (1) BES (1) boom (1) brasil (2) brazil (1) burla (6) caçadores de piramides (4) carlos costa (1) caso político (1) centcom (1) charlie hebdo (1) children (1) comunity (1) concept (2) contrato (2) copa (1) corrupção (4) crianças (1) crime (4) crise (2) crisis (1) cronica (1) cybercaliphate (1) daniel filho (3) DFRF Enterprises (4) direitos (2) direitos humanos (2) Documentary (1) economia (4) economics (2) educação (2) el (1) el chapo (2) escandalo (2) espanha (1) estado (1) Estado islamico (1) estado islâmico (2) ética (2) Europa (2) evasão fiscal (1) Falciani (1) finanças (1) fisco (1) FMI (1) football (1) França (2) france (2) fraud (13) fraude (22) futebol (1) Germán Cardona (1) geteasy (9) Gildevan Ribeiro (1) go2up (2) Goldman Sachs (1) golpe (1) goobets (1) Goobets LLP (2) goup (2) government (2) governo (3) hack (1) hacktivist (2) Hernani Gonçalves (1) HMRC (1) Holstee (1) HSBC (1) HSBC Private Bank (1) human rights (2) humanidade (3) humor (1) idea (1) ifreex (4) igetmania (8) Internet (1) interpol (1) intolerancia (3) investigação (1) islão (1) José Sócrates (1) jovem (1) justiça (2) laudo (1) lavagem de dinheiro (3) lei (2) Lifecycle (1) london (2) Londres (1) madeira (1) madrid (1) malala (1) Manifesto (1) maomé (1) michael herzog (1) Misael Martins (1) mmn (1) moral (1) moralidade (1) morte (1) mouseland (1) mulher (1) Neteller (1) NOBEL (1) noticia (2) novela (1) Oliveira e Costa (1) one thor (1) online (1) ONU (1) organization (2) ouro (1) paraiso fiscal (1) paris (1) Passos coelho (1) piramidation (3) piramide (6) pirâmide (7) piramides financeiras (4) police (2) policia (2) polinesia (1) politica (5) política (1) politics (3) Ponzi (7) portugal (1) primeiro ministro (1) produção (1) production (2) promotor (1) pyramid (2) reação (2) Ricardo Salgado (1) Sanderley Rodrigues (1) Sann Rodrigues (2) scam (9) scammers (1) scheme (2) SEC. Securities and Exhange Commission (1) self-organising (1) slap her (1) structure (1) suiça (1) SwissLeak (1) tachoeas (1) tachoeasy (1) telexfree (5) terrorismo (2) tiago fontoura (5) tolerancia (2) transgender (1) Transparency International (1) transsexual (1) troika (1) twitter (1) Universo FoneClube (1) us now (1) viconcept (2) video (2) wingsnetwork (1) Ympactus Comercial Ltda (2) youtube (1)